sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Sergio Toppi - 1932 - 2012



O italiano Sergio Toppi, um dos mais renomados quadrinistas da Europa, faleceu dia 21 de agosto em Milão, vítima de um câncer generalizado. Prestes a completar 80 anos, ainda estava na ativa, em uma carreira de quase sessenta anos.

Toppi é considerado um dos grandes mestres dos quadrinhos. Foi colaborador de algumas das maiores revistas de HQs européias, títulos como Sgt. Kirk, Linus, Alter Alter, Il Giornalino, Il Mago, Corto Maltese, L'Eternauta, Comic Art e Ken Parker Magazine. Apesar disso, teve pouquíssimo material publicado no Brasil – apenas a história O Homem do Nilo, da coleção Um Homem, Uma Aventura, da editora Ebal, publicado em 1978 (e reeditado em 1987), e algumas ilustrações. Seus trabalhos mais conhecidos são Sharaz-De e a série Collezionista, protagonizada pelo único personagem criado por ele, o Colecionador.

Nascido em Milão em 11 de outubro de 1932, Toppi estudou por dois anos na Escola de Arte do Castelo, mas abandonou o curso e foi para o Liceu Clássico, começando a trabalhar com ilustração e publicidade em 1953. Seus primeiros quadrinhos foram produzidos para revistas infantis italianas da década de 1960.

Foi contratado em 1974 pela Bonelli Editora, uma das maiores da Itália, para desenhar Herman Lehmann - L'indiano bianco, história na qual Toppi reinventou seu traço. Nessa mesma época, seu estilo gráfico foi solidificado no semanário Il Messaggero dei Ragazzi, cujo editor, Giovanni Colasanti, lhe deu a oportunidade de trabalhar com muita liberdade.

Em 1975, ganhou o prêmio Yellow Kid, na época o mais prestigiado do mundo, no 11º Festival Internacional de Quadrinhos de Lucca, na Itália.

Em 1997, Sergio Toppi iniciou sua colaboração com a editora francesa Mosquito, que está republicando praticamente todos os seus trabalhos e também de outros artistas italianos, como Dino Batagglia, Ivo MilazzoAtillio Micheluzzi

Toppi esteve no Brasil em 2003 participando do FIQ - Festival Internacional de Quadrinhos, em Belo Horizonte, onde também expôs seu trabalho.

Também colaborou com a Marvel Comics, em 2006, fazendo capas para a minissérie 1602 - Novo Mundo, continuação da minissérie de Neil Gaiman, com roteiro de Greg Pak e ilustrada pelos brasileiros Greg Tocchini e Edde Wagner.

O autor é influência clara e reconhecida nas hachuras de renomados quadrinistas como  Frank Miller, Sean Gordon Murphy, Walt Simonson, Bill Sienkiewicz, Simone Bianchi, Ashley Wood etc.

Suas últimas obras publicadas foram coleções de ilustrações pela editora italiana Spazio Papel e pela Mosquito, ainda no primeiro semestre deste ano. 

Veja nesse LINK uma entrevista feita com Toppi pelo site Universo HQ, em 2003, em ocasião da sua visita ao Brasil para o FIQ.

Abaixo, clique para ampliar mais imagens de páginas e ilustrações desse grande artista.









segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Joe Kubert - 1926 - 2012



O lendário quadrinhista Joe Kubert faleceu no último dia 12, aos 85 anos, vítima de um mieloma múltiplo, um tipo de câncer.

Kubert nasceu em 18 de setembro de 1926, numa região da Polônia que hoje faz parte da Ucrânia, e mudou-se com os pais aos dois meses de idade para Nova Iorque. Encorajado pelos pais a desenhar desde os 9 anos, aos 12 já conseguiu seu primeiro trabalho profissional.

Após sua formação artística na adolescência, começou a trabalhar para estúdios que forneciam material para diversas editoras. A partir da década de 1940, já trabalhava para a DC Comics, da qual se tornou artista exclusivo em meados dos anos 1950 e na qual participou da criação de vários personagens clássicos até hoje bastante relacionados ao seu nome, como o Gavião Negro (Hawkman) e o Sargento Rock, personagens com quem teve uma longa relação.

 Assumiu um posto executivo na editora de 1967 a 1976. Nessa época, conseguiu os direitos para fazer HQs de Tarzan, que ele mesmo desenhou.

Em setembro de 1976, após sair da DC, fundou a Joe Kubert School of Cartoon and Graphic Art, uma das escolas de arte mais famosas dos EUA e a primeira com formação superior específica para o cartunismo, na ativa até hoje e que se tornou referência na formação de profissionais da nona arte. Entre os artistas revelados por sua escola, estão Stephen Bissette, Rick Veitch, Karl Kesel, Scott Kolins, Alex Maleev, Tom Raney, Adam Warren, Steve Lieber, Lee Weeks e o brasileiro Sergio Cariello, sem falar em seus dois filhos, os famosos Andy e Adam Kubert.



Embora ocupado com as atividades da escola, Kubert continuou desenhando ocasionalmente. Voltou a ilustrar quadrinhos com mais freqüência a partir da década de 1990, inclusive arte-finalizando histórias ilustradas por seus filhos. Entre suas obras mais notáveis produzidas desde esse período, estão a graphic novel Fax from Sarajevo, uma história curta para a série Batman: Black and White, a versão do Batman escrita por Stan Lee para a série Imagine DC by Stan Lee em 2001, duas histórias do Sargento Rock, The Prophecy e Between Hell and a Hard Place, essa última com roteiro do celebrado Brian Azzarello, e uma edição de Tex Gigante com roteiro do italiano Cláudio Nizzi.

Seu último trabalho foi feito em parceria com seu filho Andy, ilustrando a minissérie Before Watchmen: Night Owl. Dentre os prêmios que ganhou, estão os Alley AwardNational Cartoonist Society Award, Eisner Award e Harvey Award, e ele integra o Hall da Fama dos prêmios Eisner e Harvey.

Kubert foi um dos mais famosos e influentes artistas da Era de Ouro dos quadrinhos, e era um dos poucos remanescentes daquela época ainda vivo e em atividade.



segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Estúdio Maurício de Sousa selecionando novos artistas




A Maurício de Sousa Produções está selecionando novos artistas para integrar sua equipe! Se você quer trabalhar como desenhista, arte-finalista ou roteirista da Turma da Mônica, clique no link a seguir para saber como enviar seus trabalhos para avaliação!


Não perca a chance de participar!

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Fotos do Workshop de Sumi-e

Veja abaixo as fotos do workshop de Sumi-e, ministrado pela professora Yoshiko Muto na Ânima Academia de Arte!















segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Aula aberta com o professor Marcelo Ferreira: Mercado Profissional




O professor Marcelo Ferreira ministrará uma aula, aberta a todos os alunos da Ânima, no próximo sábado à tarde, em que falará sobre os aspectos profissionais do trabalho como artista.
Usando sua experiência de vários anos nesse ramo, ele falará sobre os diversos campos em que se pode trabalhar como artista e como ingressar nesse mundo, sobre como montar um bom portfólio e uma boa apresentação de seu trabalho, como lidar com clientes na hora de produzir arte, o que se espera de um artista profissional, entre outros assuntos.
Compareça e traga as suas perguntas para enriquecer ainda mais a aula, não só para você, mas também para os colegas que estarão ao seu lado.
Confirme sua presença na Secretaria da escola.

Data: Sábado, dia 25/08/2012
Horário: 13h00
Local: Ânima Academia de Arte
Valor: GRÁTIS