quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Grandes Artistas: José Luiz Benício

Boa tarde, amantes da arte! Hoje falarei um pouco sobre um ilustrador/desenhista que admiro muito e, infelizmente, nem todos se lembram dele, embora suas imagens estejam no subconsciente dos brasileiros (principalmente os com mais de 30 anos): nosso querido José Luiz Benício, ou apenas Benício, forma como assina suas obras. Também conhecido como O Mestre das Pin-Ups Brasileiro.


Benício em ação. Fonte: http://nerdmetal.blogspot.com.br/2013/09/benicio-o-mestre-da-ilustracao-em.html

O mestre nasceu em 1936 e, em mais de 50 anos de carreira, criou mais de mil capas de livretos de bolso, mas de 300 cartazes do cinema nacional e centenas de capas de discos, anúncios de publicidade e ilustrações para livros e revistas. E foi por pouco que não se tornou pianista!

Pessoalmente, sempre fui muito fã de sua arte. A primeira ilustração que vi de Benício foi o cartaz do filme "Os Saltimbancos Trapalhões". Acho que foi a primeira ou segunda vez que fui ao cinema, tinha uns 5 anos e, numa época que os cinemas ficavam espalhados pelo centro da cidade, e não nos shoppings, cheguei com minha família no saudoso Cine Windsor em frente ao Fórum de Campinas (havíamos acabado de nos mudar à cidade), com aquele cheiro de pipoca feita em panela velha do tiozinho na entrada, vimos o filme. Na saída parei para observar o cartaz e ver se reconhecia os atores e as cenas... fiquei vários minutos admirando aquela pintura, rebuscada, com estudo de sombras, movimentos quase renascentistas, cores vivas como aquelas dos brinquedos de parques de diversões itinerantes e muita expressividade. Aquilo me cativou de tal maneira que, nos filmes dos Trapalhões, sempre me preocupava em ver o cartaz primeiro para me ater à arte. Mas nessa época eu não era muito ligado em nomes de artistas. Conhecia apenas Walt Disney, Maurício de Souza e os mestres do Renascimento.






















Fonte: http://freakshowbusiness.com/2010/07/13/portfolio-jose-luiz-benicio/jose-luiz-benicio-os-saltimbancos-trapalhoes/

Passou algum tempo para que eu começasse a virar fã de artistas por nome. Com 10 anos passei a identificar meus desenhistas de quadrinhos favoritos (John Buscema, Barry Windsor-Smith, Mort Walker, Mozart Couto), e daí veio o interesse em conhecer o nome dos ilustradores que admirava: Norman Rockwell, Drew Struzan, Derek Riggs, J. Alberto Torquato... e Benício, claro!

(Aproveito essa pausa para incentivar os leitores a procurarem imagens desses outros artistas que citei. Quando era criança tinha que caçar em bibliotecas e livrarias!)

José Luiz Benício - O profeta da fome
Fonte: http://freakshowbusiness.com/2010/07/13/portfolio-jose-luiz-benicio/jose-luiz-benicio-o-profeta-da-fome/

Vibrava quando via alguma ilustração do Benício em revistas dos anos 80 como Veja, Somtrês, IstoÉ, com sua pintura em guache inspiradíssima ele mostrava que era possível ilustrar e valorizar uma matéria. Nem sempre a fotografia resolvia tudo na direção de arte.

Ainda nos anos 1970, uma de suas obras mais cultuadas foi o cartaz do filme "Dona Flor e seus Dois Maridos:

Fonte: http://pipocaenanquim.com.br/wp-content/uploads/2011/01/jose-luiz-benicio-dona-flor-e-seus-dois-maridos.jpg

Nos anos 1990, Benício não diminuiu seu ritmo, porém com a chegada das mídias digitais e softwares de edição gráfica, muitos trabalhos de cartazes para cinema e publicidade foram designados a outros artistas que faziam mais rápido e cobravam menos. Me lembro que há uns 8 anos Jô Soares foi entrevistar o mestre e, no princípio da entrevista, parecia desconhecer seu trabalho, e depois foi identificando aos poucos... não sei se o Jô está caducando, porque ele sempre me pareceu uma pessoa muito ligada em arte e cultura.


Fonte: http://pipocaenanquim.com.br/wp-content/uploads/2011/01/publi03.jpg

Uma retomada do nome Benício na ilustração moderna veio com os livros homenageando seu trabalho e a revista virtual Ilustrar Magazine ( http://www.ilustrarmagazine.com/ ), que sempre inclui trabalhos do Mestre em suas edições, sejam ilustrações temáticas, entrevistas e até passo-a-passo de algumas obras.

Livros:  Benício - Um Perfil do Mestre das Pin-Ups e Cartazes de Cinema, de Gonçalo Junior, Editora CLUQ

Fonte: http://www.historiadocinemabrasileiro.com.br/wp-content/uploads/2011/03/LIVRO-Benicio-um-perfil-do-mestre-das-pin-ups-e-dos-cartazes-de-cinema.jpg

E Benício Criou a Mulher..., de Gonçalo Junior, Ed. Opera Graphica

Fonte: http://2.bp.blogspot.com/-y9SSV_HQm_g/UNDQEKX35TI/AAAAAAAABt4/YikBIbDfflI/s1600/Capa%2BBenicio.jpg

Sex & Crime - The Book Cover Art of Benicio, Editora Reference Press (Esta coletânea de capas maravilhosas para livros de bolso terá um segundo volume, totalmente financiado coletivamente no site Catarse, com lançamento previsto para Fevereiro: http://catarse.me/pt/benicio2)

Fonte: http://referencepress.blogspot.com.br/2010/11/livro-sex-crime-book-cover-art-of.html

Uma boa indicação também é o documentário "Benício - O Mestre das Pin-Ups" (a parte um você assiste aqui: http://www.youtube.com/watch?v=SrcTZN0POMc )


Essa ilustração para uma matéria com o músico Arrigo Barnabé estava presente na exposição "Ilustrando Em Revista". Uma das minhas favoritas!

Fonte: http://pipocaenanquim.com.br/wp-content/uploads/2011/01/Editor10.jpg

Aproveito para sugerir também o ótimo texto do amigo Daniel Lopes sobre o mestre no link abaixo da foto:


Fonte: http://pipocaenanquim.com.br/grandes-ilustradores/benicio-%E2%80%93-o-mestre-das-pin-ups/

Site do artista (notem sua versatilidade na parte de Publicidade e de Arquitetura!): http://www.benicioilustrador.com.br/

Matéria feita pelo Professor Emerson Penerari

Nenhum comentário: