quinta-feira, 26 de junho de 2014

A História da Aquarela

Podemos dizer que a história da pintura começa com aquarela, porque ela é o meio mais antigo de pintura. Esta, por sua vez, se funde com a história do papel. Vamos dar uma olhadinha rápida no que aconteceu!

Aquarela da artista Agnes-Cecile (agnes-cecile.deviantart.com/).
Os egípcios usavam tintas à base de água para decorar suas tumbas e templos, essa tinta era feita com a polpa da planta papiro, e este foi um dos primeiros povos a adotar o que podemos chamar de aquarela sobre papel.

Os chineses têm uma tradição de longa data com a aquarela, que remonta a 4000 aC! Foram os seus desenvolvimentos na técnica de fazer papel, que virou uma produção forte por volta de 100 dC, que provocou um avanço marcante na técnica e na quantidade dos trabalhos produzidos. 


Aquarela de Takmaj (www.facebook.com/takmaj.majawronska).
Apenas mil anos depois que a fabricação de papel em forma de massa foi para a Europa levada pelos árabes. Eles aprenderam o básico da fabricação de papel com as melhorias feitas pelos chineses e fizeram a sua própria, espalharam o produto novo para o Ocidente, mais precisamente para Espanha, Itália e França.

 Mesmo assim, pelos 100 anos seguintes a aquarela usada no Ocidente foi usada apenas em ornamentos de livros religiosos (como o Book of Kells) e em afrescos, já que eram feitas de pigmentos a base de água e podiam ser aplicadas em gesso molhado (o teto da Capela Sistina, de Michelangelo).

Book of Kells
Durante o cinquecento surgiu um artista alemão, Albrecht Dürer, que desenvolveu novas técnicas de pintura com a aquarela que destacaram as propriedades luminosas de transparência desta tinta sobre o papel. Apesar dos avanços de Dürer, os 300 anos seguintes a aquarela foi principalmente usada como auxiliar em sketches preparatórios para pinturas a óleo, ou como técnica para pintura de ilustrações botânica e de animais e pintura de mapas.

Albrecht Dürer | Aquarela e Guache sobre Pergaminho
Após o século XVIII surgiram papéis produzidos especialmente para aquarela e a técnica se tornou mais popular e apreciada. Durante os séculos XIX e XX aconteceu a revolução da aquarela, com muitos mestres e pintores conhecidos usando esta técnica.

Agora, durante o século XXI, essa "era de ouro" continua, com muitos artistas novos fazendo uso dessa técnica. Aqui estão alguns deles pra você conferir! Aproveitamos o post pra deixar um recadinho: o curso de Aquarela aqui na Ânima começa no segundo semestre. Fiquem de olho.

Trabalho do artista Conrad Roset (http://www.conradroset.com/).

Nenhum comentário: