quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Aprovados no Vestibular 2015

A Ânima gostaria de parabenizar a todos os seus alunos que tiveram sucesso no vestibular 2015, nas universidades Unicamp, UFPR, Unesp, PUCC, Belas Artes e Unip!

Nos orgulhamos muito de ter ajudado todos os alunos que passaram nos cursos de Arquitetura, Design, Artes Plásticas e outros com provas de aptidão artística.

Nossa aluna Giovanna Poletto depois do banho de tinta
Parabéns aos nosso alunos:
  • Ana Laura Alvarenga
  • Ayara Andrade
  • Gabriel Lima
  • Gabriela Cantagessi
  • Giovanna Poletto
  • Julia Carvalhães
  • Julia Morabito
  • Laura Palácios
  • Leonardo Guimarães
  • Leila Zwanziger
  • Mariana Rovigatti
  • Marina Fuser
  • Rafaela Faustino
  • Raissa Raisner
  • Stefanie Comber
Se você, nosso aluno, passou em algum vestibular e não viu seu nome aqui, perdoe-nos pela falha! É só nos avisar e logo será incluído essa lista!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

8 ANOS DE ÂNIMA!

A Ânima faz 8 anos no mês de Março, e não poderíamos deixar passar em branco, né?! Então, confira nossa programação especial e se prepare para festejar conosco!


ATENÇÃO! As vagas são LIMITADAS! Então, corre!!!
Para mais informações, valores e reservas, entre em contato com a secretaria pelo telefone: 19 3342-2992 ou pelo e-mail atendimento@anima.art.br!

Além dos Workshops e Oficinas, estamos programando outras surpresas pelo Facebook da escola (facebook.com/anima.academia)... fique ligado!

"O Mundo Segundo Mafalda" celebra os 50 anos da personagem

Falaê, galera amante das artes, beleza? Espero que sim. Aproveitei o feriado prolongado de Carnaval e dei uma passeada pelos museus e exposições em São Paulo. Uma variedade muito boa de locais para se visitar, e, com planejamento, é possível curtir sem sofrer muito nas filas. Apesar de serem chatas, as filas mostram que o público está mais antenado para as manifestações artísticas. É um tempo que pode ser utilizado para ler um livro, bater um papo, ouvir música no fone de ouvido... por outro lado, infelizmente algumas "pessoas antenadas" na verdade estão ali apenas para tirar selfies e fingirem que são verdadeiros fãs e entendedores da cultura. É triste ver que  quase nada de real importância foi criado após 1990, então quem tem menos de 20 anos e quer ter alguma bagagem cultural precisa buscar o que foi produzido nos anos passados. A meu ver, essa busca pelas épocas onde a cultura  e a arte revolucionaram a maneira de pensar gerou o recente movimento "hipster" (embora os hipsters odeiem esse termo). Bom, uma outra hora falarei mais sobre isso.


Fonte: http://albaciudad.org/wp/wp-content/uploads/2014/09/mafalda_50_aniversario.jpg

Mas falando em coisas antigas, a baixinha mais inteligente da América do Sul completou 50 anos em 2014, e o Brasil foi agraciado com uma exposição muito fofa e informativa: "O Mundo Segundo Mafalda". A personagem argentina criada pelo cartunista Quino, diferente da brasileira Mônica ou da americana Luluzinha é bem politizada e preocupada com o lado social, tanto que em outros 26 países para os quais foi traduzida agradou mais universitários e adultos do que crianças. Em minha visita, estávamos em três gerações (minha sogra, minha esposa, eu e nossa filha de 7 anos) e todos curtiram muito!




Mas a exposição foi voltada para todos os públicos. Desenhos animados, instalações interativas, área para colorir, além das várias tiras estampadas nas paredes criaram um ambiente romantizado da Argentina antiga e da forma infantil de se observar as coisas. Da mesma forma como ocorreu com as exposições doWill Eisner, do Angeli e do Laerte, objetos decorativos instigaram a curiosidade e quem não conhecia a personagem se deliciou com as várias informações sobre Mafalda, seus pais, seu irmãozinho e seus amigos mais próximos. Tenho certeza de que você lerá as tirinhas com mais atenção após visitar a mostra!









 O cuidado dispensado aos espaços da exposição bem como o local onde foi montada estão de parabéns. Parece que hoje em dia a necessidade de interação do público é maior, por isso as crianças se empolgam com a área de desenho e de montagem de tiras com balões e personagens almofadados.
Também temos o corredor com os direitos da criança, visto que Mafalda é embaixatriz da Unicef.






















































A Exposição é gratuita e ficará na Praça das Artes (Avenida São João, 281- Centro - São Paulo
Próximo às estações Anhangabaú e República do Metrô, todos os dias das 9h às 20haté o dia 28 de fevereiro. Ou seja, é bom dar uma planejada e correr para vê-la!

















Professor Emerson L. Penerari
(na foto ao lado da Mafalda e da Helena em Buenos Aires)

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

A Importância do "ERRAR"!

E ai galerinha?! Tudo certo? Hoje resolvi falar sobre um assunto que leva muuuuuitos alunos e também alguns profissionais à loucura: o ERRO! Sim! Aquele traço que saiu torto, a construção que não ficou igual, toda e qualquer situação que te leva a acabar com sua borracha ou pior: rasgar e jogar tudo no lixo!


Fonte: http://uploads4.wikiart.org/images/gustave-courbet/the-desperate-man-self-portrait-1845.jpg

Nessa última semana, me deparei com três situações distintas desse mal necessário:

Primeira situação - Diante da referência proposta pelo professor, o aluno hesita inúmeras vezes antes de começar a desenhar. O professor questiona e o aluno responde que ele não é capaz de fazer aquilo.

Segunda situação - Em uma conversa sobre cursos de desenho, o sujeito diz que "não gosta de errar".

Terceira situação - Depois de ter desenhado boa parte da construção do personagem, o aluno percebe que tem algo errado. Ele chama o professor e, juntos, descobrem e apontam os erros e pontos que deveriam ser corrigidos ou poderiam ser melhorados. Então, o próprio aluno sugere pegar outra folha e começar outra vez.

Os três perfis são ótimos exemplos para discutirmos a importância do errar na aprendizagem.


Fonte: http://3.bp.blogspot.com/-GlBy4o_xTwo/TywtTN4d5NI/AAAAAAAAAj8/Ul7a3kgl08E/s1600/tumblr_lqcn03kyOx1qfz23mo1_500.jpg

Na primeira situação o aluno se priva da experiência, da chance de produzir, apenas por conta do medo de errar, sem nem ao menos iniciar o trabalho, sem tentar. Nesse caso, ele está se privando também do aprendizado baseado na experiência, pois através do erro o professor pode ajudar e orientar o aluno a encontrar e solucionar os problemas e , a partir disso, o aluno se torna mais atento, evita um segundo erro e cria sua própria bagagem.


Fonte: http://d1zz40u9k56ldt.cloudfront.net/sites/default/files/resources/the_frustrated_artist_by_blotoangeles_1.jpg

Nosso segundo caso, um perfeccionista, quer que tudo esteja sempre perfeito. Esse é seu objetivo. Ótimo! Excelente! Desde que essa busca pela perfeição não interfira no processo de aprendizagem. Em muitos casos, o aluno não tolera ser corrigido ou orientado. Fica irritado caso o professor aponte algum tipo de irregularidade. E esse tipo de atitude destrói um processo muito importante: Perceber, Aceitar e Aprender com o erro. O aluno se permite errar, mas não aceita ou tolera que tenha errado, e isso faz com que ele não aprenda com a experiência que teve.


Fonte: http://mocoloco.com/art/archives/hobbs_perfectionist_nov_05.jpg


E, finalmente, chegamos ao nosso caso três! Que simplesmente é um resumo do processo de aprendizagem: Ele faz/produz sem medo; erra; se permite ser orientado e ajudado pelo professor; percebe e aceita o erro; e por fim decide começar o processo de produção novamente, mas agora tendo consciência da experiência anterior e pronto para as novas!


Fonte: http://braingym101brainmovesclasses.com/wp-content/uploads/2011/11/iStock_000017085936Medium15.jpg

Para concluir nosso pensamento, conversando com a Prof.ª Ivinny, de Arte para Crianças, ela nos passou a seguinte abordagem:

"Os erros constituem parte fundamental da educação. Através da consciência dos mesmos o aluno é lançado na sua própria estética e no seu jeito de fazer arte. O erro é a base daquilo que se quer (estilo/estética), faz parte do desenvolvimento estético de cada um."


Fonte: http://www.tipsontalking.com/wp-content/uploads/2012/04/proud-artist.jpg

E é isso ai! A mensagem que fica é: Não se apegue demais aos erros, ou se prive de desenhar por medo deles! ERRE! Errar fará você crescer, você melhorar! Não apague seus desenhos antes de mostrar ao professor, ele está ali para te orientar. Vamos desvendar esses erros juntos! E sempre, SEMPRE, buscar nosso crescimento e melhora! Certinho!?

Espero que tenham gostado!
Até a próxima!

Fábio Vieira
Coordenador.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Nerd de Livros? Nós somos!

E aí, galera, beleza? O post de hoje é para aquele tipo de pessoa que está sempre rodeada de livros, lendo, cheirando, folheando, apaixonados de livros como nós aqui da Ânima. Afinal, a escrita também é uma arte!


 https://zuts.files.wordpress.com/2013/03/keep-calm-and-read-a-book1.jpg

O texto abaixo é um quiz retirado do blog http://www.barnesandnoble.com/blog/feature/whats-your-book-nerd-score/ (em inglês) e gostaria muito de saber qual a pontuação de vocês como Nerd de Livros, artistas e admiradores. Comentem abaixo, ok?

 
https://lifefoldedinpages.files.wordpress.com/2014/10/0951d5d1325fccc25f394d55d7aba264.jpg

"Acha que você é um nerd dos livros? Sim, provavelmente você está certo. Quer saber o quanto de um nerd de livros você é? Nós temos um sistema de pontuação final configurado para você aqui. Basta ir para a lista abaixo e adicione um ponto para cada declaração de que se aplica a você. Avise seus amigos para ver como você se compara com outros leitores!

O que você está esperando?

1. Você possui atualmente mais de 20 livros.

2. Você possui atualmente mais de 50 livros.

3. Você possui atualmente mais de 100 livros.

4. Você acumulou tantos livros que mudaram para um leitor digital.

5. Você lê tanta coisa que tem uma tonelada de livros e um e-Reader.

6.Você tem um sistema organizador de livros que ninguém mais entende.

7. Você está lendo mais do que um livro.

8. Você lê todos os dias.

9. Você está lendo um livro agora, enquanto responde este quiz.

10. Seus fundamentos para sair de casa: carteira, telefone, chaves e um livro.

11. Você cai no sono lendo um livro todas as noites.

12. Você não se arrepende por um segundo e faria novamente.

13. Você já descobriu como incorporar livros em seu treino.

14. Você já recusou convites para atividades sociais, a fim de ficar em casa e ler.

15. Você vê o tempo de férias como um tempo para "recuperar o atraso em leitura".

16. Você sentou-se em uma banheira cheia de água morna e ficou com a pele enrugada como uma ameixa porque você estava mergulhado num livro.

17. Você perdeu sua parada no ônibus ou o trem, porque você estava mergulhado num livro.

18. Você quase tropeçou em um buraco, estava sentado em um banco com tinta fresca, andou em um poste de telefone, ou evitou outras calamidades, porque você estava mergulhado num livro.

19. Você riu alto em público ao ler um livro.

20. Você chorou em público durante a leitura de um livro (está tudo bem, não vamos contar pra ninguém).

21. Você é aquele que todo mundo chama para pedir recomendações de livros.

22. Você leva o seu papel em recomendar livros muito a sério e se preocupa com os livros que seus amigos vão gostar.

23. Uma vez que você recomenda um livro a um amigo, você continua o incomodando sobre isso.

24. Se o seu amigo não gosta do livro que você recomenda, você fica com o coração partido.

25. E você o julga. Um pouco.

26. Na verdade, sempre que você e um amigo discordam sobre um livro, você secretamente se pergunta o que há de errado com ele.

27. Você prometeu converter um não-leitor em um leitor.

28. E você conseguiu.

29. Você já participou leituras de livros, lançamentos e sessões de autógrafos.

30. Você já possui vários livros autografados.

31. Você reconheceria seus autores favoritos na rua.

32. Na verdade, você já fez isso.

33. Se você pudesse jantar com qualquer pessoa no mundo, você escolheria seu escritor favorito.

34. Você possui um livro da primeira edição.

35. Você sabe o que é, e por que é importante para bibliófilos.

36. Você posta no twitter, nas redes sociais, blogs, ou fala sobre livros todos os dias.

37. Você tem um prêmio literário "favorito".

38. E você lê os vencedores do prêmio a cada ano.

39. Você gravou todos os livros que você já leu e que você acha dele.

40. Você tem um recanto de leitura separado em sua casa.

41. Você tem uma camiseta, bolsa, tatuagem ou item de decoração com temática literária.

42. Você deu ao seu animal de estimação um nome literário.

43. Você faz referências e trocadilhos literários que ninguém mais entende.

44. Você é um defensor da ortografia e gramática, mesmo quando estão apenas em mensagens de texto.

45. Você presenteia com livros em todas as ocasiões: aniversários, formaturas, Dia dos Namorados, terças-feiras ...

46. Sempre que alguém pergunta qual o seu livro favorito, seu cérebro entra em parafuso e você não pode escolher apenas um. Você acaba nomeando doze livros.

47. Você ama o cheiro de livros.

48. Você já leu toda uma série ou de toda a obra de um autor em apenas alguns dias.

49. Você realmente sente sua frequência cardíaca subir durante a leitura de um livro incrível.

50. Quando você vira a última página de um bom livro, você se sente como se  finalmente tomasse fôlego e voltasse de uma grande aventura.

PONTOS DE BÔNUS: Para cada amigo que você enviar este questionário (porque sabem que você é um grande nerd de livros), adicione um ponto.


http://exposure-magazine.com/wp-content/uploads/2015/01/bookstore-pic.jpg


Tradução e adaptação: Professor Emerson Penerari