quinta-feira, 23 de abril de 2015

Aquarela

Hoje aqui no blog vamos falar de uma técnica de pintura que muita gente adora, mas conhece pouco: a Aquarela.
Trabalho da professora de aquarela da Ânima, Lidia Madeira

A aquarela é uma técnica muito antiga cujo aparecimento se supõe esteja relacionado com a invenção do papel e dos pincéis  surgidos na China há mais de 2000 anos. Já falamos aqui no blog do Sumi-e. Pois então, este tipo de pintura é que deu origem à aquarela como conhecemos hoje.

No ocidente a aquarela inicialmente servia para que os artistas fizessem estudos de quadros que depois seriam pintados a óleo, mas a coisa mudou de figura com os trabalhos do alemão Albert Dürer, que tratou a aquarela como meio principal de pintura e pelo menos 120 obras nesta técnica.

"Jovem Lebre", de Albert Dürer
 No século XVIII a aquarela ccomeçou a despontar como técnica importante e temos vários artistas, principalmente ingleses. William Blake, John S. Cotman e John Constable são alguns nomes de aquarelistas importantes, mas o maior artista deste período foi William Turner. Ele produziu cerca de 19.000 aquarelas e as qualidades de fluidez, rapidez e transparência desta técnica era o que encantavam o pintor.

"San Giorgio Maggiore pela Manhã", de William Turner
Desde então a aquarela se desenvolveu e se tornou um meio não só de pintura e expressão em si mesma como também um modo de "colorir". Isto quer dizer, alguns artistas usam a técnica como modo de expressão, usando as qualidades da tinta para formar o motivo que desejam representar. Já outros usam a técnica como um modo de adicionar cor a um trabalho que a técnica principal seja outra (nanquim, lápis, etc.).

Ilustração de Sara Ligari, nanquim e aquarela

Aquarela de Arti Chauhan
Ainda há mais uma diferenciação válida para avaliarmos as características da aquarela na atualidade: definição. Alguns trabalhos tem uma definição alta e muito precisa do motivo retratado. Outros apresentam alta indefinição, trabalhando com a fluidez da tinta, transformando a representação do motivo em algo que beira a abstração.

"Winter is Coming" de Sajid Qureshi

Aquarela de Bruce Sereta
Mas o mais importante de tudo é notar as possibilidades que esta técnica traz para o trabalho do artista, seja ela usada da maneira que for, por isso vale a pena estudar mais sobre esta tinta e tudo que ela pode oferecer!

Até a próxima postagem!!!

Nenhum comentário: