quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Ânima Entrevista - Prof.ª Laís Bicudo

Hoje a Ânima apresenta mais uma entrevista aqui no Blog!


Laís Bicudo é professora de Arte Digital da Ânima e trabalha com ilustração desde 2007. É apaixonada por ficção científica, filmes de terror, história em quadrinhos e video-game desde criança.

Além de dar aula na Ânima, trabalha como freelancer realizando projetos como colorista de HQ independente; ilustração para livros infantis, animação e jogos didáticos.

Regulamente participa de exposições, vai em shows de heavy metal e, sempre quando dá, joga video-game.

Nome: Laís Bicudo
Idade: 27
Signo: Libra
Solteira? Não, estou quase casada.

1. Quais suas principais influências artísticas?
R: Minhas principais influências... gosto muito de obras do Michelangelo, toda a parte renascentista. Gosto muito de trabalhos realistas. Eu gosto muito também dos trabalhos da Blizzard e dos artistas Chris Metzen, Max Kostenko, Bobby Chiu e James Gurney.

Sketch da Prof.ª Laís
2. Como você entrou na área? Fez algum curso? Quais? 
R: Fiz cursos na Ânima, estudando por conta, lendo livros do que eu queria seguir para me aprimorar, vendo tutoriais e bastante referência de pessoas que eu gosto.

Eu fiz curso de História Quadrinhos (com Marcelo Ferreira), Desenho Artístico (com Emerson Penerari), Desenho Animado (Maurílio DNA), Pintura Digital (com Dalton Muniz) e participei de vários workshops: um de Colorização Digital com o Marcelo Maiolo (colorista da Marvel e DC); fiz um Master Class com Will Murai (desenhista da Magic), foi bem legal e ele é simpático; Ilustração Editorial com  Eduardo Ferigato e o workshop com Tyson Murphy e Rob Sevilla, que foi o último que eu fiz, com o pessoal da Blizzard.

Estudo de cores e texturas
3. Como você foi pra Arte Digital?
R: [Pausa longa] ...Pera, estou tentando pensar no dia.

Eu sempre fiz desenho meio realista com grafite. Mas só grafite! Tentei lápis de cor e aquarela, mas ficava um trabalho horrendo. Não casava.

Quando entrei no Photoshop foi por conta de um amigo meu, que disse "Laís, você tem que fazer Photoshop. Photoshop é melhor, versátil. Certeza que mais para frente a galera só vai usar digital, a maioria. É mais prático, etc...". Dai eu pensei "ah! vou tentar, né?".

Comecei a fazer alguns desenhos e tive mais facilidade de entender o uso das cores e acabamento. Ai eu fiz um curso de Photoshop. O primeiro curso que eu fiz foi aqui na Ânima, e comecei a gostar bastante, fui fazendo e quando vi, 90% das coisas que fazia eram digitais.

Ilustração para livro infantil

4. Há quanto tempo você trabalha com o Arte Digital?
R: Comecei a pegar trabalho mesmo foi em 2009, que surgiram as primeiras coisas com as quais eu tive retorno financeiro.

Trabalho em andamento para exposição anual da Ânima
5. O tempo de produção da Pintura Digital é muito diferente da tradicional? Quanto tempo você leva para pintar? 
R: Depende muito do trabalho. Com relação ao tempo, é o mesmo que o tradicional: se for algo simples, vai ser mais rápido; se for algo com mais detalhes, leva mais tempo.

Desenho para One Life a Day Agenda 2016
6. Aquela dica para quem quer começar nessa área.
R: Vou falar o mesmo que falo para meus alunos: além de ver tutorial e um monte de coisas, tem que fuçar na ferramenta, no Photoshop, e praticar! É igual a arte tradicional. Tem que praticar.

Prof.ª Laís sendo fofa, com a Prof.ª Layla (Mangá) e a aluna Natália


Nenhum comentário: