quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Ilustração Científica

Vou aproveitar que hoje, 03 de agosto, é dia do Biólogo, e falarei sobre um segmento muito importante e requisitado da Arte: a ilustração científica! Vamos lá?
Fonte: http://goo.gl/BtT9IT
A Ilustração Científica é uma das vertentes das Artes Visuais que, através de desenhos detalhados, comunica e cataloga as ideias e descobertas dos pesquisadores. Os registros são tanto de animais, vegetais e, também, de modelos experimentais/estruturas biológicas.
Fonte: http://goo.gl/jW27u8
As técnicas utilizadas para retratar esses elementos são as mais variadas possíveis, indo desde um desenho mais simples feito com lápis grafite até modelos super incrementados e detalhados realizados com computação gráfica. E, se engana quem acredita que apenas artista hiper-realistas trabalham nesse ramo, as opções são realmente ilimitadas!
Fonte: https://goo.gl/9ZCY66
Esse tipo de ilustração teve início durante o Renascimento, a partir do século XVI, com um caráter de registrar descobertas, catalogar espécimes, possibilitar estudos, etc. O artista e inventor italiano Leonardo Da Vinci, por exemplo, realizou inúmeros e incríveis desenhos anatômicos e científicos.

Fonte: http://goo.gl/a2EFIO
Novas técnicas e ferramentas surgiram e permitiram grandes avanços e possibilidades nesta área. A atividade ganhou até sub-áreas, como a Ilustração Botânica, que foca no registro gráfico das plantas.

Fonte: http://goo.gl/WWkjBY
Não é um mercado fácil (ora, estamos falando de Arte), mas existem muitas áreas de atuação.
São quanto as áreas das Ciências:

  • ARQUEOLOGIA - desenhos de instrumentos líticos, pintura e gravura rupestre, objetos cerâmicos, esqueletos, mapas das escavações, etc;
  • BIOLÓGICAS -  de ilustrações botânicas e zoológicas (maior demanda) a desenhos que mostram as relações entre os seres vivos em seus mais variados ecossistemas;
  • FARMÁCIA - ilustrações de plantas medicinais;
  • AGRONOMIA -  desenhos sobre enxertia, frutos e sementes e de insetos polinizadores e também dos predadores das plantas;
  • PALEONTOLOGIA - reconstituição de fósseis através do desenho;
  • SAÚDE - ilustrações de anatomia, ossos, músculos, tecidos e células, bem como de hospedeiros e vetores de doenças e seus ciclos;
  • CARTOGRAFIA -  construção de mapas temáticos;
  • ASTRONOMIA, FÍSICA E QUÍMICA - o desafio é grande, pois as escalas são as mais variadas – desde anos-luz à nanotecnologia – tudo pode ser ilustrado e requer mão-de-obra qualificada.

Tal como as demais áreas das artes, a ilustração científica exige muito estudo e esforço do artista. Mas é um lindo caminho a se trilhar, não?

Espero que tenham gostado! Até a próxima, pessoal!

Os seguintes sites foram utilizados como fonte de pesquisa para a elaboração desse texto:

Nenhum comentário: